Conheça o Instrumento Agogô

Agogô é um objeto sagrado do candomblé

O agogô é um instrumento musical que foi desenvolvido na África, e possivelmente feito pelas tribos Bantu após a sua migração para a África Ocidental. Ele é usado na música nigeriana yorubá, mas suas origens também mostram que o agogô com sinos duplo ou único feito de bronze, também teve uma finalidade prática. Joachim John Moteiro, que escreveu extensivamente sobre suas viagens a Angola e rio Congo no final do século 19, descreveu que o povo da região usava o instrumentos para sinalizar ou enviar avisos sobre problemas durante uma viagem.

Com o comércio de escravos, especialmente na América Latina e no Caribe, muitos instrumentos, especialmente instrumentos de percussão como o agogô, foram exportados para esses regiões. O agogô de dois sinos é um instrumento muito usado no samba brasileiro, assim como na capoeira onde segue o ritmo do atabaque ou o Pandeiro.

Os primeiros exemplares do instrumento aafricano apresentam dois sinos de tamahos muito diferentes, mas o agogô moderno conta com dois sinos que diferenciam no tamanho apenas por 2 a 5 cm. O agogô moderno tende a tocar com uma nota mais alta, mais leve, enquanto a versão africana tem um tom mais baixo e é mais ressonante.

Os agogôs brasileiros são confeccionados de uma maneira um pouco diferente, do instrumento africano, eles são normalmente ligados entre si por uma peça em forma de U de metal longa. Os sinos ficam separados. Normalmente od dois sinos, ou até três sinos, são tocados com uma vara de madeira.

Você pode ouvir o som do agogô no samba, na música Yoruba da Nigéria, e em uma variedade de outros tipos de música latino americanas ou afro caribenha, você também vai ouvir este instrumento sendo tocado por vários músicos modernos. Neil Peart, sem dúvida, é um dos melhores bateristas de rock do século 20 e 21, ele faz parte da banda Rush, e usa o instrumento em alguns de seus solos de bateria. O moderno guitarrista de jazz Pat Metheny também é conhecido por utilizar o agogô em suas composições.

Agogô 1

Agogô 2

Agogô 3 Agogô 4

Agogô 5

Agogô 6

Agogô 7




Tags:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *