Imagens do Instrumento Tamborim

Tamborim evoluiu ao longo dos anos

Em 1928, a primeira escola de samba do Rio era Deixa Falar. Nesta época os sambistas da Estácio queriam criar um instrumento com um som novo e forte, mas com o som de samba, não de uma banda. Para isso, introduziram vários novos instrumentos para tornar o som mais equilibrado para desfilar. Entre estes, estavam o surdo (inventado no Estácio), a cuíca, e o tamborim.

Há uma história popular conta que os primeiros tamborins foram cobertos com pele de gato. No entanto, de acordo com Mestre Marçal, os tamborins sempre foram cobertos com pele de vaca. Eles também eram bem diferentes dos tamborins que vemos hoje, e tinham um som mais profundo e ressonante.

Baterias das escolas de samba foram ficando maiores ao longo dos anos, e os tamborins também mudaram. Na década de 1980, o som dos tamborins de madeira velha e pele fina eram muito suaves para os ouvidos. Foi dai que o tamborim assumiu sua forma moderna, com um corpo de metal e pele de nylon.

As baquetas finas usadas pelos musicos também ganharam novo material e forma, passaram a ser feitas de plástico felxível. Esta mudança permitiu reproduzir novos padrões no tamborim.

O líder dos tamborins Mocidade na década de 1990, Jonas, usou as possibilidades desta nova baqueta para criar arranjos de evolução para os tamborins, criando um tipo de diálogo. Ele criou alguns arranjos muito sofisticados, e em seguida outras escolas de samba estavam seguindo seu exemplo.

Tamborim 1

Tamborim 2

Tamborim 3

Tamborim 4

Tamborim 5

Tamborim 6

Tamborim 7

Tamborim 8

 




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *