Preço do Instrumento Batá

Batá é de origem africana

O batá é um instrumento sagrado da Santería cubana. Elas são feitas de três cilindros em forma de ampulheta de tamanhos diferentes que executam tons musicais específicos. Além disso, esses tambores estão ligados ao culto dos orixás da cultura iorubá.

Os polirritmia característica do instrumento vem sendo usada para enriquecer a música cubana. E no Brasil são usados no candomblé.

Os tambores batá tem tamanhos diferentes, eles tem formato de ampulheta e são fabricados com duas peles de diferentes tamanhos montadas em dois aros respectivos que ladeiam a parte externa de cada uma das duas bocas do tambor. Os arcos são unidos e apertados por meio de um sistema de fios longitudinais. O batá é tocado com as mãos em diferentes combinações.

Cada tambor batá tem um nome específico. O maior tambor (ou seja, com o maior diâmetro) é chamada de Iyá e cria os tons mais profundos. Este nome é igual à palavra iorubano que significa mãe. O nome Iyá é também uma referência para os sons que são criados pela grande mãe terra, para os africanos, que tem a mais profunda e sábia das vozes.  O segundo tambor, em tamanho é chamado Itolele seu nome no idioma iorubano indica a que se segue a mãe (ou o Iyá). O terceiro é chamado Okónkolo e este nome contém a palavra Konko iorubano que significa pequeno.

O Iyá tem a função musical dos tambores batá. Os ritmos complexos e improvisações diferentes que são realizados neste instrumento carregam a essência da mensagem musical. O Itolele e o Okónkolo dtem ritmos repetitivos que estabelecem a base para as improvisações realizadas pelo Iyá.

A bateria batás possuem um segredo, eles são objetos de cultos especiais e devem ser tocados apenas por homens, conhecidos como Olu-Bata, que estão especialmente iniciados para esta função.

Batá 1

Batá 2

Batá 3

Batá 4 Batá 5 Batá 6 Batá 7 Batá 8

 




3 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *